Redação Espírita - Mensagens, Palestras Online, Psicografias...

MENU

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

As agruras da vida

Segundo a Espiritualidade Superior, as agruras da vida terrena constituem provas ou expiações. As expiações originam-se de erros cometidos.

Segundo a Espiritualidade Superior, as agruras da vida terrena constituem provas ou expiações.

As expiações originam-se de erros cometidos.

Por ser possuidor de determinado vício, o Espírito violou a Lei Divina.

Por exemplo, em decorrência da gula, prejudicou a harmonia de seu corpo em anterior existência.

Viveu menos do que deveria e deixou de cumprir sua programação espiritual.

A expiação representa a soma de dores necessária para o Espírito se desgostar do vício que o acomete.

Ela se origina do erro, mas visa o progresso.

Persiste até que a lição seja aprendida e o faltoso canse de sua fissura moral e se arrependa.

Ela é um remédio forte na medida exata do mal a ser combatido.

Já as provas são literalmente testes aos quais o ser se submete para alcançar vivências mais sublimes.

Embora ser provado sempre envolva esforço e sacrifício, trata-se de algo positivo.

Raciocine-se com base no vestibular de acesso às faculdades.

Os alunos se inscrevem, pagam uma taxa por isso, estudam por longo tempo e, finalmente, se submetem ao exame.

Evidentemente, no tempo em que estão demonstrando seus conhecimentos, permanecem sob tensão.

Mas o vestibular representa uma fase necessária para que atinjam seu objetivo.

Trata-se da porta de acesso a uma situação com a qual sonham.

Se tiverem sucesso no vestibular, poderão fazer o curso escolhido e, mais tarde, desempenhar a profissão almejada.

Seguramente nenhum deles se sente injustiçado nas horas que passa a realizar seus exames.

Eles se candidataram e aquele evento tem um propósito sério em suas vidas.

O mesmo ocorre com as provas da vida material.

Antes de reencarnar, os Espíritos escolhem as provas a que se submeterão.

Preparam-se por longo tempo, estudam, tomam sábias resoluções.

Contam com o auxílio e a instrução de seres mais evoluídos, aos quais prometem todo o empenho para vencer os naturais obstáculos da jornada.

Após o renascimento, lentamente as provas se apresentam àquele que se candidatou a vivenciá-las.

Para quem deseja consolidar a virtude da paciência, tais provas vêm na figura de pessoas difíceis com as quais têm de conviver.

O que almeja exercitar a frugalidade e a humildade renasce em um contexto social muito humilde.

Há os que se propõem a vivenciar enfermidades, os que querem exercitar a tolerância ou o desprendimento.

Para cada um, as experiências surgem no devido tempo.

Bem se vê que na Terra ninguém deve reclamar de nada.

As expiações constituem remédio para velhos males morais, que só trazem transtornos.

As provas representam uma oportunidade de consolidação de virtudes, com vistas a um porvir melhor.

O papel de quem as vive é fazer o seu melhor e confiar em Deus.

Pense nisso.

Veja Também!

Os artigos relacionados podem te interessar:

[Ver mais sobre Sempre com alegria]

Sempre com alegria

Irmã Ananda. Ananda quer dizer alegria. Irmã Alegria. Desde sua mais tenra infância,...

[Ver mais sobre Pobreza e riqueza]

Pobreza e riqueza

Pela metade do século XX, um filme de suspense de Alfred Hitchcock fez sucesso: O homem que sabia...

[Ver mais sobre Perante as tempestades]

Perante as tempestades

Raios caíam rasgando o céu. Trovões ressoavam sacudindo paredes. Ventos fortíssimos carregavam...

[Ver mais sobre Os desafios da vida]

Os desafios da vida

Abrir a caixa de um quebra-cabeças pela primeira vez, desses de milhares de minúsculas peças, é...

Olá, deixe seu comentário para As agruras da vida

Enviando Comentário Fechar