Redação Espírita - Mensagens, Palestras Online, Psicografias...

MENU

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Nossos filhos

Uma notícia publicada na mídia nos fez pensar muito sobre a educação que damos aos filhos. Relata que um adolescente de quinze anos, em Almeria, na Espanha, processou sua própria mãe, depois que ela lhe tomou o celular para que ele parasse de jogar e se concentrasse nos estudos.

Uma notícia publicada na mídia nos fez pensar muito sobre a educação que damos aos filhos.

Relata que um adolescente de quinze anos, em Almeria, na Espanha, processou sua própria mãe, depois que ela lhe tomou o celular para que ele parasse de jogar e se concentrasse nos estudos.

A mãe queria que o filho deixasse o aparelho. Como ele não o fez, ela decidiu pelo confisco, com uso leve de força, segundo afirmou.

O garoto, inconformado, abriu uma acusação formal contra ela, junto ao ministério fiscal, por maus tratos domésticos.

Pediu, ainda, que passasse nove meses encarcerada, e arcasse com os custos processuais.

O caso foi parar nas mãos do magistrado penal que não só absolveu a mãe, como ainda lembrou que a lei exige que ela tome atitudes como aquela.

Disse que é dever dos responsáveis garantir que as crianças e adolescentes do país tenham boa educação.

  *   *   *

A questão da educação no lar gera muitas dúvidas em alguns pais e mães, que parecem não se haverem dado conta da tremenda responsabilidade que lhes cabe.

Aprendemos que grande é a influência que os pais exercem sobre o Espírito do filho após o nascimento.

Todos na Terra concorremos para o progresso uns dos outros, no entanto, os pais têm por missão desenvolver os Espíritos de seus filhos pela educação.

Isso constitui para eles uma tarefa, uma verdadeira missão.

Quando nasce uma criança, embora toda sua fragilidade, o Espírito que habita esse corpo pequeno e frágil, é antigo. Apenas está retornando à Terra para progredir.

Traz consigo, na forma de pendores e tendências enraizadas, as experiências vivenciadas em passadas existências.

Em razão disso, devemos, desde cedo, observar as ações, o comportamento dos filhos, a fim de conduzi-los pelo melhor caminho.

Fundamental dar-lhes responsabilidades gradativas para que aprendam a responder por seus atos.

Necessário estabelecer limites, a fim de conduzi-los à retidão moral e ética, preparando-os para a vida.

Por vezes, como pais desejamos poupar nossos filhos das dificuldades que tivemos que enfrentar. Então buscamos lhes satisfazer todos os desejos.

Salutar considerarmos que foram justamente as dificuldades pelas quais passamos que nos impulsionaram ao crescimento e à maturidade.

Portanto, nossos filhos devem aprender a lutar pelos objetivos que desejam alcançar, para melhor entenderem os mecanismos da vida.

E se a tarefa nos parecer demasiado pesada, não esqueçamos de que não estamos sozinhos nesse complexo desafio.

Deus é nosso Pai. Tanto quanto estabelece diretrizes para nós, com o objetivo de que progridamos um tanto mais, Ele se mostra atento às nossas necessidades.

Como Pai generoso, está a postos para nos auxiliar na educação dos nossos filhos, esses Espíritos que ao nascer trazem a confiança de que haveremos de lhes proporcionar o correto aprendizado.

Não os decepcionemos, mesmo que isso doa em nós, vez que outra...

Atendamos à nossa missão.

Redação do Momento Espírita, com narração de fato publicado no artigo Final dos tempos, do jornal O Diário do Noroeste, de Paranavaí, em 7 de abril de 2017.

Veja Também!

Os artigos relacionados podem te interessar:

[Ver mais sobre Sempre com alegria]

Sempre com alegria

Irmã Ananda. Ananda quer dizer alegria. Irmã Alegria. Desde sua mais tenra infância,...

[Ver mais sobre Pobreza e riqueza]

Pobreza e riqueza

Pela metade do século XX, um filme de suspense de Alfred Hitchcock fez sucesso: O homem que sabia...

[Ver mais sobre Perante as tempestades]

Perante as tempestades

Raios caíam rasgando o céu. Trovões ressoavam sacudindo paredes. Ventos fortíssimos carregavam...

[Ver mais sobre Os desafios da vida]

Os desafios da vida

Abrir a caixa de um quebra-cabeças pela primeira vez, desses de milhares de minúsculas peças, é...

Olá, deixe seu comentário para Nossos filhos

Enviando Comentário Fechar